Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de abril de 2012

MINHAS METADES

Minhas Fotos - ( 2012 )



Uma parte de mim é atrevida!
Outra parte é meiga, é querida!

Uma parte de mim é adulta!
Outra parte é a criança oculta!

Uma parte de mim é bondade!
Outra parte a horrível maldade!

Uma parte de mim é bonita!
Outra parte, eu confesso, esquisita!

Uma parte de mim é alegria!
Outra parte é melancolia!

Uma parte de mim é verdade!
Outra parte também é verdade!

Uma parte de mim é canção!
Outra parte é um mantra, oração!

Uma parte de mim é aventura!
Outra parte é busca, é procura!

Uma parte de mim é sonhar!
Outra parte é acreditar!

Uma parte de mim é ansiedade!
Outra parte é serenidade!

Uma parte de mim é vulcão!
Outra parte é só coração!

Uma parte de mim é para sempre!
Outra parte é assim, de repente!

Uma parte de mim é discreta!
Outra parte é muito inquieta!

Uma parte de mim está aqui!
Outra parte a sonhar, por aí!


*********************************************************************************
 Queridos Amigos!
Esta poesia eu já havia postado, em maio do ano passado. Acredito  que muitos não tenham lido, pois foi bem no inicio do blog!
Espero que gostem!
desejo a todos um ótimo fim de semana!
Beijos. 




Jossara Bes.


9 comentários:

  1. Poema lindo, lindo, lindo!!! Amei!
    Que legal, somos qse do mesmo dia! Taurinas!
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    SORTEIO “Chá do Chapeleiro Maluco”
    http://www.gosto-disto.com/2012/04/sorteio-cha-do-chapeleiro-maluco.html

    ResponderExcluir
  2. Mas muito de você se dedica ao sentimento nesta bela forma de se expressar. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  3. Oi Jossara, lindo poema, como sempre.
    Te desejo um lindo final de semana e um ótimo feriado, bjus...

    ResponderExcluir
  4. Jossara, Querida

    Um belo Poema de ti própria. Singular e edificante.
    Linda foto a adornar as tuas metades.

    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. A ressurreição deu sorriso nasceu com o dia
    Ah este inverno que abraça a primavera
    Este céu que arroxa meu peito
    Estas negras pedras plantadas na terra

    O curso do meu errante espirito
    Levou-me ao infinito e ao incomensurável
    Este orvalho das pequenas coisas
    Recorta meu corpo a golpe de cisel

    Ocultei meus sonhos numa porta da eternidade
    Porque o desespero é voo baixo e sinuoso
    Vi ontem dois amantes jurarem uma partilha de vida
    Vi olhos que irradiam luz em gesto assombroso

    Um imenso abraço

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, querida amiga Jossara.

    Adorei!!
    Me identifiquei com as suas "metades".
    A foto é maravilhosa.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu blog!
    Achei tudo muito lindo.
    Voltarei sempre que puder.
    Se quiser visitar e seguir o meu também ficarei muito feliz.

    Beijos.
    Ani 

    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei sua poesia!!
    Linda, somos essa mistura de muitas em uma só, varias e várias manisfestando a mesma essência!!

    Beijinhos Iluminados!!
    Tenha uma Dia Iluminado!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Jossara,eu vi este poema no blog da Betty e vim pedir licença para você para postar no meu blog amanhã,dia de Domingo tem blogagem coletiva com musica e poesia,você permite?

    Provavelmente você não vai ler até amanhã cedo pois ja é uma da madrugada eu estou super gripada e tive forças pra postar agora,acho que sou louca né,vou colocar o endereço do seu blog viu,e se você discordar eu tiro do ar na hora!
    Eu adorei a historia onde você conta que descobriu seu nome com sete anos eu não sabia se eu ria eu sentia dó de você chorando na escola!
    Já estou te seguindo,adorei seu blog!

    ResponderExcluir