Total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de julho de 2012

ESTA TUDO ERRADO

Minhas Fotos - 2012




Enclausuramo-nos  dentro de nossa  ganância,

Enquanto do lado de fora morrem nossos sonhos,

Junto às borboletas azuis, que silenciosamente desenham no ar

traços  de liberdade!

Enquanto, tocam as mais lindas músicas!

E as flores coloridas alimentam os colibris com seu néctar perfumado!

Enquanto,  o mar desenha na areia a velocidade do vento!

Enquanto,  se iluminam de esperança os olhos das crianças!

Enfim, por um breve momento acredito,

Que possamos inventar felicidade!



Tenham um lindo dia!
Beijos!
Jossara Bes.

8 comentários:

  1. Boa tarde Jo!
    O problema é que uns nascem com uma estrela na testa e outros com o rabo voltado para a lua...
    Enquanto uns têm tudo, outros não têm nada...
    Esta coisa que se chama mundo deveria estar equilibrada de tal maneira que a felicidade fosse partilhada por todos e não só para alguns, porque os outros não têm que fazer o favor de serem felizes.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jossara,

    lindo poema, gostoso de ler, a gente até se esquece que a maioria das pessoas só pensam em ter do que em ser.

    Bejim.

    ResponderExcluir
  3. Oi Jossara,
    O poema está lindo d+! Eu quero este momento inventado de felicidade.
    xoxo

    SORTEIO DOS SONHOS
    http://www.gosto-disto.com/2012/07/sorteio-dos-sonhos-dreams-giveway.html

    ResponderExcluir
  4. Olá Jossara !!!

    Que poema lindo !!!! descreve bem esta nossa mania de nos trancarmos e valorizarmos o material, estamos sempre insatisfeitos e se nos deixamos levar, acabamos prisioneiros deste sentimento e situação... espero que consigamos olhar mais ao redor, valorizar mais a simplicidade da vida e continuar sonhando e inventando muita felicidade :)

    Grande beijooooooooooooo e bom fim de semana :D

    ResponderExcluir
  5. Ola querida amiga,
    Hoje é apenas para agradecer a sua carinhosa presença no meu cantinho.
    Muito obrigada!
    Um lindo dia para voce.
    abraço muito amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  6. É uma esperança a de inventarmos a felicidade, gostei. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Minha amiga Jossara, felizes são os que nada sabem, felizes são os Leões,as Borboletas, as Abelhas ,as Flores, o Perfume e todos os que ainda não sofreram as influencias do homem. Este é calculista, mesquinho e alimenta o egoísmo. O Cão por convivência não é mais um animal feliz,anda perdendo até o faro.
    Precisa-se de pouco,de muito pouco para ser feliz.Apenas o suficiente para ver,cheirar,sentir,pegar e viver esta natureza. Belchior um dia me falou;", hoje o homem não vive a lua e sim a noite, não vive o sol e sim o dia", digo eu:hoje o homem não vive as flores e nem os seus perfumes.

    Ainda bem que escaparam os amantes da vida(OS POETAS) que vivem todos os detalhes das pequenas e importantes coisas. É o Cartola quando diz_"As Rosas não falam,simplesmente as rosas exalam o perfume de rouba de ti".
    Poesia é vida ,poesia é cultura, poesia é Jossara, poesia é Yayá.Um abração Iderval.

    ResponderExcluir